Buscar
  • por Dra. Teresa

Tratamento de canal com Ozônio


Sabemos que o Ozônio é um gás formado por 3 átomos de oxigênio, foi descoberto em 1840 e teve grande uso na Alemanha durante a Primeira Guerra Mundial para desinfetar os ferimentos e tratar diversas lesões no corpo humano. Até hoje vem sendo largamente utilizado na Europa e nos EUA, tanto na Medicina quanto na Odontologia.

A Ozonioterapia foi introduzida como auxiliar no tratamento dos canais radiculares devido ao seu alto poder bactericida e pela capacidade de aumentar a oxigenação dos tecidos, melhorando sensivelmente a resposta imunológica. É uma técnica muito pouco invasiva e segura. No tratamento de canal pode ser usado em 3 diferentes formas:

1) gás ( injetado na área do foco dentário)

2) água ozonizada ( irrigação dos canais radiculares)

3) óleo ( aplicação nas lesões de mucosa e feridas )

Sendo a eliminação das bactérias o principal objetivo do tratamento de canal, a Ozonioterapia se torna um forte aliado quando inserido na prática endodôntica. Em 2015, o Conselho Federal de Odontologia legalizou o uso do ozônio para dentistas, sendo obrigatório fazer um curso específico de habilitação para poder trabalhar com essa técnica. Recentemente estive em São Paulo para adquirir essa habilitação e fiquei bastante estimulada com o que vi e ouvi, e decidida a incorporar essa técnica na minha prática diária.

aparelho gerador de gás de ozônio e de água ozonizada

Gostaria também de ressaltar que além do uso na Endodontia, a Ozonioterapia pode ser aplicada na periodontia, nos implantes, nas cirurgias bucais e nas dores e inflamações da ATM (articulação temporo-mandibular).

#canalsemdor #Dentessaudáveis #Endodontia #DraTeresaMiranda

1,042 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

blog